Pessoas que amam meus Trabalhos

Amigos do Meus Pontinhos Sem Fim

Amigos do Meus Pontinhos Sem Fim
"Artes Moreira"

sexta-feira, abril 11

"Adeus Danuque"

Até sempre Danuque.
Cão meiguinho, cão gigante, cão arteiro de cor negra, cão inquieto, cão estafado, cão de gravata pendente, cão de orelhas engomadas, de remexido rabo ausente.
Cão lindo, estético, bendito, a fazer-se a um prático, a lamber-se num latido, cão disparado:
Cão aqui, cão além, e sempre cão.
Cão matreiro, solto na casa a fora, cão a esburgar o osso essencial do dia a dia, cão estouvado de alegria, cão formal da poesia, cão-soneto de ão-ão bem martelado, cão-sorriso de tudo e nada e unido no colo do dono, cão-esfera de sono, cão-inventado, cão-amado, cão-espelho, cão-rasteiro, cão-de-fitas, cão-da-Titas cão-d'olhos que num grito, é cão-centelha cão-dilema...
Nunca saias, ó cão, deste poema!
Um grande beijo de amizade.
Postar um comentário
Related Posts with Thumbnails